Conheça o que há de mais atualizado em tecnologia cirúrgica

  • julho/2021
  • 315 visualizações
  • Nenhum comentário
A imagem mostra braços robóticos realizando cirurgia em paciente deitado. Na foto, duas pessoas estão usando avental cirúrgico e parecem estar controlando o equipamento. Ilustração de tecnologia cirúrgica.

Os recursos técnicos eram escassos nos séculos 12 e 13. Na época dos cirurgiões-barbeiros itinerantes, lidar com o excessivo sangramento de pacientes em atos cirúrgicos poderia resultar até mesmo em amputação. Nos últimos séculos, porém, a medicina avançou suficientemente para abadonar práticas ultrapassadas.

Mais recentemente, a tecnologia impulsionou avanços e benefícios na área cirúrgica. A pandemia também deu um empurrãozinho. Afinal, as necessidades do progresso tecnológico ficaram ainda mais evidentes – e urgentes. Tecnologias estagnadas acabaram despertando a atenção de startups e estudiosos da tecnologia em medicina dispostos a criar soluções imediatas. O resultado é o desenvolvimento de uma miríade de softwares, aplicativos, plataformas de saúde digital, agendamentos on-line e de suporte à telemedicina, com consultas e exames virtuais, além das atualizações tecnológicas em cirurgia.

Tecnologia cirúrgica

O progresso da tecnologia tem estimulado diversas pesquisas voltadas à melhora da prática nas mesas cirúrgicas. Isso beneficia não apenas o setor, mas principalmente a saúde e a vida dos pacientes. A seguir, confira as inovações mais promissoras e atualizadas no assunto.

Cirurgia Robótica

A medicina agora conta com a precisão dos braços robóticos. Eles oferecem cirurgias minimamente invasivas, com movimentos mais sutis e exatos. Durante o procedimento, os cirurgiões controlam o robô a partir de imagens 3D transmitidas por câmeras de alta definição. Com a melhora da ergonomia e a amplitude de movimentos delicados, há redução da dor no paciente, menos perda de sangue e o menor risco de infecções.

Impressão 3D em cirurgia

O transplante de órgãos é outra área beneficiada pelas atualizações tecnológicas. A impressão de órgãos artificiais em impressoras 3D dá força à missão de diminuir a fila de pessoas que necessitam desse tipo de procedimento, já que o número de doações ainda não supera a demanda.

Leia também: Ortopedia: conheça o potencial das próteses 3D

Nanorrobôs

Os nanorrobôs completam a lista de inovações que auxiliam na área de cirurgia. Servem para monitorar a saúde do paciente e auxiliar na realização de procedimentos cirúrgicos e no tratamento de doenças. Como são pequenos – até milhares de vezes menores que um fio de cabelo –, podem transitar na corrente sanguínea e até mesmo transportar medicamentos. Segundo o engenheiro Guilherme Rabello, gerente comercial e de inteligência de mercado do Instituto do Coração do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (InCor/HCFMUSP), os nanorrobôs serão cada vez mais direcionados ao tratamento de tumores. A efetividade do material, de acordo com ele, se comprova ao reduzir a quantidade de drogas tóxicas e danosas em células saudáveis.

Continue se aprimorando profissionalmente com o Programa de Atualização em Cirurgia, desenvolvido em parceria com o Colégio Brasileiro de Cirurgiões.

 

Redação Secad
Matéria por

Redação Secad

O melhor conteúdo sobre a sua especialidade.

Deixe uma resposta

Tele-Vendas

(51) 3025.2597

Tele-Vendas Liga

Para você

Informações

(51) 3025.2550