Entrevista com presidente da SBA: “É preciso tratar a anestesia com a dedicação que ela merece”

  • julho/2018
  • 1836 visualizações
  • Nenhum comentário
atualização em anestesiologia

Para entendermos melhor como a atualização reflete na área da saúde, a redação do Secad conversou sobre o assunto com o presidente da Sociedade Brasileira de Anestesiologia (SBA), Dr. Sérgio Luiz do Logar Mattos. Veja o que o profissional declara como imprescindível para o aprimoramento constante de anestesiologistas.

Sérgio Luiz do Logar Mattos é anestesiologista. Coordenador da Unidade Docente Assistencial de Anestesiologia do Hospital Universitário Pedro Ernesto – UERJ. Corresponsável pelo CET do Hospital Universitário Pedro Ernesto – UERJ. Presidente da Sociedade Brasileira de Anestesiologia (SBA).

Todos os anos surgem novos equipamentos, técnicas e medicamentos na área de anestesiologia. O que um anestesiologista deve fazer para estar a par dessas novidades?

Os médicos, não só os anestesiologistas, se diferenciam da maioria dos outros profissionais, porque precisam continuar estudando por toda a vida. É necessário estar sempre informado do que está acontecendo, o que está sendo estudado pelo mundo afora. O médico precisa ler muito e ficar sempre atento ao que vem sendo publicado nas revistas científicas, tanto nas internacionais quanto na nossa Revista Brasileira de Anestesiologia. A Home Page da SBA, possui uma Biblioteca Virtual, que possibilita aos associados o acesso a uma grande base de dados, chamada Clinical Key, que permite a pesquisa em uma quantidade muito grande de artigos e livros. Além disso, é muito importante participar de congressos e jornadas, pois o contato pessoal e a troca de experiências entre os colegas e palestrantes é sempre muito construtiva.

E quais são as tendências para os próximos anos na Anestesiologia que os profissionais devem ficar atentos?

A velocidade da evolução na nossa especialidade é muito grande. Temos hoje técnicas de monitorização completamente inacessíveis bem pouco tempo atrás, além de drogas muito mais eficientes e seguras. E as pesquisas continuam sempre visando o aperfeiçoamento do que já existe e o desenvolvimento de novos monitores e fármacos. A monitorização não-invasiva do débito cardíaco e a monitorização da função cerebral intraoperatória estão cada vez mais presentes na nossa prática. Além disso, há o uso crescente de métodos de imagem para monitorização, como a ecocardiografia Transesofágica, e para a realização de procedimentos, como bloqueios anestésicos e acessos vasculares.

A atualização em Anestesiologia foca nas novidades da área?

Os temas atuais têm um enfoque importante no conteúdo do PROANESTESIA, mas nós também não abandonamos o básico. É fundamental existir espaço para as revisões de determinados assuntos. Sem a preocupação com os fundamentos do conhecimento médico e anestesiológico, o profissional acaba apresentando lacunas na sua formação que prejudicam o seu desempenho e dificultam a aquisição de novos conhecimentos e habilidades. Além disso, o material tem um tratamento editorial especializado, o que torna o conteúdo, que já é de bom nível, em algo com melhor didática.

Conheça a atualização em Anestesiologia desenvolvida pela SBA

Não ter tempo é desculpa para o anestesiologista não se atualizar?

Não. O profissional pode ter até dificuldade, mas tem a obrigação de encontrar uma brecha na sua agenda para se atualizar. O maior problema que a maioria de nós anestesiologistas enfrenta nesse aspecto é exatamente o de conseguir gerenciar essa agenda, que depende de muitas outras variáveis. Somos muito diferentes dos médicos de outras especialidades neste ponto. O momento de algum evento pode não ser possível ao anestesiologista se ausentar do local de trabalho. Por isso, o conteúdo pela internet é muito importante. Pode ser acessado a qualquer instante, em qualquer oportunidade que se tenha, mesmo em casa. Isso serve para compensar a dificuldade que, às vezes, temos de nos deslocar para comparecer em eventos presenciais.

Qual seu conselho para os profissionais que estão começando na especialidade?

O que eu falo para os meus residentes é que a anestesiologia é uma especialidade que permite um horizonte enorme de possibilidades. A base de todas essas possibilidades é o conhecimento e a competência. A ferramenta para isso é a educação continuada, a atualização constante. O profissional tem que tratar a anestesia com a dedicação que ela merece, se mantendo sempre atualizado e preparado para oferecer aos seus pacientes o melhor tratamento possível, dentro das possibilidades disponíveis.

Redação Secad
Matéria por

Redação Secad

O melhor conteúdo sobre a sua especialidade.

Deixe uma resposta

Tele-Vendas

(51) 3025.2597

Tele-Vendas Liga

Para você

Informações

(51) 3025.2550