Saúde mental: como atender idosos vítimas de violência

  • junho/2021
  • 909 visualizações
  • Nenhum comentário

O número de agressões contra a população da terceira idade cresceu significativamente durante a pandemia. As denúncias, por exemplo, registraram aumento de 59% entre março e junho de 2020, quando mais de 25 mil acusações de violência contra idosos foram registradas em todo Brasil.

A negligência e o abuso financeiro e psicológico são as formas mais comuns de agressões contra a população acima dos 60 anos. Inclusive sendo mais comuns que a violência física.

Nesse contexto, a terapia cognitivo-comportamental (TCC) pode ser empregada a fim de confortar e atender essas vítimas. O principal objetivo do método é ajudar o paciente a enfrentar a realidade e encorajá-lo a lidar de maneira mais clara a situação, a ponto de superar os traumas vivenciados.

Como a TCC auxilia nos traumas

Quando o idoso é abandonado ou negligenciado pela família, é comum reagir calado ou não procurar ajuda. Como a violência pode perdurar por anos, é fundamental que o psicoterapeuta investigue o tempo que o paciente passou pela situação e saiba quando ele decidiu buscar ajuda profissional.

Os maus tratos podem levar a distúrbios sociais e emocionais, isolamento, sentimento de culpa, traumas físicos e até mesmo óbito. Cabe ao psicoterapeuta estudar os principais sintomas causados pelo convívio traumático, para abordar de maneira eficaz o método de TCC em questão.

A terapia cognitivo-comportamental tem como alicerce o entendimento dos indivíduos enquanto criadores de crenças. Nelas, a pessoa atribui significados individuais e sociais a diversas instâncias da vida. Ou seja, o modo como alguém enxerga a realidade depende de como ela reflete acerca de seus próprios parâmetros.

Muitas vezes, a maneira como lidam com determinadas situações é resultado de processos de angústia e sofrimento. Assim, a TCC ajuda a criar estratégias capazes de corrigir crenças que perturbam quem passou por eventos traumáticos.

Leia também: O que você precisa saber sobre TCC para idosos

Principais aplicações da TCC para idosos negligenciados

O tratamento de adultos vítimas de violência baseia-se no fornecimento de ferramentas sociais capazes de ajudar o paciente a identificar e avaliar a realidade para então modificar as crenças disfuncionais. Desse modo, as intervenções da TCC devem favorecer a percepção do idoso a ponto de provocar a conscientização sobre as marcas deixadas pela violência.

A partir do entendimento obtido via sessão psicoterapêutica, o profissional de psicologia conseguirá reestruturar a interpretação do evento considerado negativo através de técnicas específicas da TCC. Aqui, o papel da terapia é psicoeducar e familiarizar o indivíduo com seus problemas, mostrando a ele as melhores interpretações possíveis.

Quer mais conteúdo? Conheça o Programa de Atualização em  Terapia Cognitivo-comportamental, desenvolvido em parceria com a Federação Brasileira de Terapias Cognitivas.

Redação Secad
Matéria por

Redação Secad

O melhor conteúdo sobre a sua especialidade.

Deixe uma resposta

Tele-Vendas

(51) 3025.2597

Tele-Vendas Liga

Para você

Informações

(51) 3025.2550