Como estruturar um portfólio de clientes e estudo de casos

  • novembro/2017
  • 5857 visualizações
  • Nenhum comentário

Se você é autônomo ou integrante de um escritório de advocacia, saiba que o portfólio de clientes é fundamental. A partir dele, você pode trabalhar em uma captação efetiva de pessoas interessadas em contar com seus serviços jurídicos.

Se atualizar na área de Direito com frequência é outra dica relevante nesse sentido, já que isso colabora para o seu aprimoramento profissional como um todo.

Pensando nisso, nós elaboramos este post com o objetivo de apresentar como estruturar um bom estudo de casos e demonstrar sua autoridade sobre uma determinada área. Para saber como fazê-lo, continue a leitura!

Como criar um portfólio de clientes?

Também conhecido como carteira de clientes, ele é imprescindível para captar um número maior de interessados. A principal ideia é que ele seja capaz de demonstrar o que você já fez para se destacar na carreira jurídica.

É importante não confundi-lo com um currículo, porque a motivação aqui não é listar seus feitos acadêmicos, dados pessoais, cursos ou especializações. Aliás, é bom saber diferenciá-lo da forma usada para descrever suas experiências anteriores, de modo que ele não fique semelhante a um CV (curriculum vitae).

É recomendável concebê-lo com o intuito de ser uma apresentação do escritório ou de sua trajetória como autônomo. Ou seja, além de saber das notícias jurídicas do momento, que podem aquecer ou não o mercado, é interessante definir que tipo de cliente será alcançado e quais as motivações o levarão até os seus serviços.

Na prática, isso implica diferentes métodos de se apresentar caso sua especialidade seja direito civil ou tributário, por exemplo. Sabendo dessa especificidade temática, aposte em:

  • usar ferramentas digitais, como um site do escritório e/ou perfis nas mídias sociais;
  • fazer a publicação de artigos muito bem elaborados sobre assuntos afins;
  • oferecer seminários e palestras nos quais fiquem evidentes suas principais qualificações.

Qual é a forma ideal de montar um estudo de casos?

Um estudo dos casos com os quais você já trabalhou é interessante para mostrar seus conhecimentos a possíveis interessados. No entanto, tomar essa medida requer alguns cuidados, já que o ideal é não expor a identidade e a privacidade de nenhum dos contribuintes para os quais você já prestou serviços. Sendo assim, não descuide, em nenhum momento, da ética, ok?

Se as causas trabalhistas compõem grande parte de seu portfólio, divulgue materiais sobre a nova lei da reforma e, ao mesmo tempo, mostre trabalhos que você já desenvolveu nesse serviço.

Como conquistar novos clientes na área de Direito?

Seguindo as recomendações dos tópicos anteriores, tente administrar sua carreira como uma empresa. Afinal, esse setor também é bastante competitivo, e você precisa mostrar seus diferenciais de maneira adequada para conquistar novos clientes. Não se esqueça de sempre apresentar seus melhores casos e, se possível, acumule depoimentos de empresas ou pessoas que já contaram com você.

Um portfólio de clientes bem montado, assim como a constante atualização, é essencial para que você faça cada vez mais sucesso em sua profissão.

Se você gostou deste artigo, aproveite para seguir nossos perfis nas redes sociais e encontrar outros conteúdos interessantes. Estamos no Facebook e também no LinkedIn.

Redação Secad
Matéria por

Redação Secad

O melhor conteúdo sobre a sua especialidade.

Deixe uma resposta

Tele-Vendas

(51) 3025.2597

Tele-Vendas Liga

Para você

Informações

(51) 3025.2550