Quatro dicas para você estudar e entender conteúdos complexos

  • agosto/2017
  • 4750 visualizações
  • Nenhum comentário
conteúdos complexos

O mercado de trabalho nunca foi tão exigente quando se trata da formação e qualificação dos profissionais. E não é para menos! A revolução tecnológica trouxe uma velocidade de transformação nunca antes imaginada. Basta lembrar que hoje em dia uma ampla gama de profissões sequer existiam uma década atrás.

Dentro desse contexto, a educação permanente, baseada no aprendizado contínuo, é uma exigência dos empregadores. E mais do que isso: ela é uma condição necessária para o desenvolvimento de profissionais que buscam constante aprimoramento de suas competências pessoais, profissionais e sociais. Conceitos esses que vão muito além da capacitação técnica que a formação tradicional oferece.

Novas tecnologias e metodologias inovadoras de aprendizagem, como a educação a distância, também vieram com as mudanças da nova era. Mas como utilizá-las da melhor forma possível a fim de dar continuidade ao aprendizado, se tornando um profissional atualizado e qualificado?

Como aprender dentro dessa nova realidade, absorvendo e entendendo conteúdos complexos? Educação a distância é um desafio para muitas pessoas, exige comprometimento com seus objetivos, propósitos, metas e um esforço contínuo.

E justamente em função disso, neste post trouxemos quatro dicas de estudo essenciais para quem deseja entender conteúdos complexos em programas de atualização realizados a distância. Ficou interessado? Então, não deixe de acompanhar a leitura!

1. Programas de estudo

Seja qual for o assunto que você deseja internalizar, o primeiro passo é montar um programa de estudo alinhado aos seus objetivos, rotina e maneira de aprender. E quando se trata de um conteúdo complexo, isso é ainda mais importante.

Entretanto, antes de sair copiando um programa de estudos qualquer, é imprescindível dedicar algum tempo a determinadas reflexões. Entenda que cada pessoa tem o seu próprio ritmo e capacidade de absorção de conteúdos. O que funciona maravilhosamente bem para alguém, não necessariamente será o mais adequado para você.

Pare e pense: quais são suas reais motivações para aprender esse conteúdo? Que objetivos você pretende atingir com isso? Entender o que incentiva você para o estudo é essencial para manter a disciplina e a responsabilidade por seu processo de aprendizado.

Feito isso, busque conhecer mais sobre seu estilo próprio de aprender. Você é daquelas pessoas que rendem mais à noite? Ou necessita de uma boa noite de sono para absorver e entender conteúdos complexos? Sublinhar passagens ou ler em voz alta? Talvez escrever um resumo sobre o que você acaba de estudar funcione perfeitamente para você.

Esclarecer como o seu sistema de aprendizagem funciona, bem como seus pontos fortes e fracos, torna muito mais fácil montar um plano de estudos que seja perfeito para você. Autoconhecimento é importantíssimo na hora de tirar o melhor proveito do tempo dedicado à absorção de um conteúdo complexo.

A partir daí, estabeleça prioridades. O que é mais importante de ser aprendido, quais conteúdos terão aplicação prática em seu dia a dia de trabalho e que o tornarão um profissional melhor preparado?

Liste suas prioridades e monte um programa de estudos adequado à sua rotina e à maneira com que você aprende melhor e mais rápido. E atenção! O programa de estudos deve ser “puxado”, visto que se trata de um conteúdo complexo, mas também deve ser realista.

De nada adianta você montar um calendário que preveja três horas de dedicação diárias à sua atualização profissional se, na prática, isso é totalmente inviável para você. Além do cansaço que isso gerará, a tendência é que você desista no meio do caminho, se sentindo frustrado e incapaz de aprender. Jogue a seu favor!

2. Conteúdo de qualidade

Outra questão importantíssima na hora de aprender conteúdos complexos. Sempre invista em materiais de qualidade, elaborados por profissionais capacitados e referências em sua área de atuação.

Dessa forma, você garantirá contato com o que há de mais atual e novo em sua profissão, estudando processos e teorias comprovadamente eficientes e que, quando internalizadas e aplicadas em sua rotina de trabalho, a melhorarão significativamente e o tornarão um profissional melhor.

Mesmo que isso signifique investir um pouco mais de dinheiro, tenha sempre em mente que o barato pode sair muito caro. Educação e atualização profissional contínuas, eficientes e de qualidade, são requisitos para quem deseja alçar sua carreira, nunca se esqueça disso.

3. Tecnologias

A era da informação e da tecnologia chegaram para ficar, disso ninguém mais duvida. E por mais que você tenha certa dificuldade ou resistência para os novos modelos de aprendizagem trazidos com a revolução digital, saiba que é possível tirar proveito disso e ampliar sua capacidade de aprendizagem de conteúdos complexos.

Hoje em dia, muitos programas de capacitação e atualização profissional oferecem plataformas digitais com conteúdos avançados, sistemas de avaliação on-line e oportunidade de entrar em contato com autores de artigos relevantes de sua área. Aproveite isso!

Bibliotecas virtuais, arquivos, banco de questões, gráficos, imagens… É absolutamente imenso as opções disponibilizadas nesse tipo de plataforma, que têm o poder de melhorar (e muito!) o seu aprendizado.

4. Avaliações e certificações

Realizar avaliações periódicas é também uma ótima oportunidade de aprendizagem. Afinal, ao realizar uma prova é possível revisar todo o conteúdo estudado e perceber quais pontos ainda não estão bem esclarecidos para você e necessitam ser retomados.

Além disso, muitos programas de atualização profissional oferecem o sistema de avaliação como um requisito para a obtenção de um certificado. Caso você consiga alcançar a porcentagem mínima de acertos, receberá um certificado que atesta a quantidade de horas de atualização profissional realizadas, outorgado por instituições científicas. Em muitos casos, esses documentos reforçam o seu currículo e comprovam sua capacitação e experiência em sua área de atuação.

Cada pessoa tem seu estilo único e pessoal para aprender e internalizar conteúdos complexos. Porém, essas quatro dicas de estudos são úteis e eficientes, seja qual for o seu sistema de aprendizagem.

Ficar de olho nesses pontos torna possível tirar o máximo proveito do tempo dedicado à absorção de novos conceitos e teorias. E nunca se esqueça de se manter motivado e de olho nos objetivos finais. A responsabilidade por sua atualização profissional está em suas mãos!

Gostou deste conteúdo e quer aprender mais dicas de estudo e atualização profissional? Então, assine a nossa newsletter e receba todo o conteúdo publicado aqui no blog diretamente em sua caixa de entrada!

Redação Secad
Matéria por

Redação Secad

O melhor conteúdo sobre a sua especialidade.

Tele-Vendas

(51) 3025.2597

Tele-Vendas Liga

Para você

Informações

(51) 3025.2550