Entenda as diferenças entre anafilaxia, angioedema e urticária

  • setembro/2017
  • 14663 visualizações
  • Nenhum comentário
anafilaxia

Neste artigo, vamos tratar de três tipos dessas manifestações: a anafilaxia, o angioedema e a urticária. Entenda o que é cada uma delas, suas diferenças e formas de tratamento.

Uma reação alérgica pode provocar desde uma simples irritação ou inchaço na pele até complicações que podem ser fatais. O quadro pode ser provocado por picadas de insetos, alimentos, medicamentos, entre uma série de fatores. Acompanhe:

Confira mais do Proclim, o Programa de Atualização em Clínica Médica, desenvolvida em paceria com a SBCM.

Anafilaxia

É uma reação alérgica grave e generalizada que avança muito rapidamente, por isso pode ser fatal. Trata-se de uma resposta exagerada do organismo a alguma substância (alérgeno) da qual desenvolveu sensibilidade.

O alérgeno pode ser um alimento (amendoim, peixes, crustáceos, ovos e leite), medicamento, contraste utilizado em exames de radiografia, picadas de inseto (abelhas, vespas, formigas-de-fogo) e transfusão de sangue.

Entre os sintomas da anafilaxia estão: convulsões, erupções cutâneas, urticárias, vômitos, hipotensão, tontura, inchaço da faringe, angioedemas, fechamento da glote e perda de consciência.

O choque anafilático é considerado a forma mais severa da anafilaxia e pode levar ao coma e à morte se não for imediatamente identificado e tratado.

O médico faz o diagnóstico de forma clínica e deve iniciar o tratamento prontamente com procedimentos para desobstruir as vias aéreas.

Depois da situação normalizada, o paciente pode investigar a causa com exame de sangue, teste de alergia e histórico familiar.

Angioedema

É uma alergia que ocorre nas camadas mais profundas da pele. Conhecido também por “urticária gigante”, afeta principalmente as áreas em volta dos olhos e boca, mas pode aparecer também na garganta, mãos e pés. Pode vir acompanhada de urticária, dificuldade para respirar e cólica abdominal.

Picadas de insetos, alimentos, látex, pólen, pelos de gatos e cachorros, frio, calor e até estresse são fatores que desencadeiam o angioedema.

A causa pode ser genética, uma condição mais rara, quando o sistema imunológico fica desregulado por conta de níveis baixos de uma proteína no sangue. A reação alérgica pode estar associada também a doenças como lúpus e linfoma.

O tratamento é feito com medicamentos anti-histamínicos e anti-inflamatórios.

Urticária

Essa forma de alergia é a mais conhecida e causa vermelhões na pele em qualquer parte do corpo acompanhados de muita coceira e sensação de ardor. De acordo com a Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), existem dois tipos de urticária:

  • aguda: quando os sintomas duram até seis semanas;
  • crônica: quando os sintomas permanecem por mais de seis semanas.

A causa pode ser induzida, ou seja, a urticária surge devido ao consumo de determinado alimento, picada de inseto ou uso de medicação; ou espontânea, quando não se identifica o que fez surgir o quadro alérgico.

O tratamento pode ser feito com antialérgicos, dieta alimentar, além de medidas preventivas como ficar longe dos agentes causadores da alergia.

Diferenças entre anafilaxia, angioedema e urticária

Muita gente confunde essas formas de alergia, principalmente porque o alérgeno pode, em muitos casos, ser o mesmo.

Porém, como apontamos acima, é importante saber distingui-las para que o tratamento seja o mais adequado e, na situação da anafilaxia, seja de emergência.

Aparecem juntas

O que pode ocorrer é a urticária e o angioedema fazerem parte dos sintomas da anafilaxia ou ainda a urticária aparecer como sinal do angioedema.

O angioedema pode ser também uma complicação da urticária.

Em resumo, as três doenças são uma resposta, em graus diferentes, do sistema imunológico a uma substância considerada agressiva pelo organismo. É essencial que as pessoas investiguem a causa desses quadros alérgicos para evitar complicações mais sérias, em especial no caso da anafilaxia.

Gostou do nosso artigo sobre essas formas de alergia? Aproveite e compartilhe com seus amigos no Twitter e Facebook!

Redação Secad
Matéria por

Redação Secad

O melhor conteúdo sobre a sua especialidade.

Tele-Vendas

(51) 3025.2597

Tele-Vendas Liga

Para você

Informações

(51) 3025.2550