Marketing digital para médicos: por onde começar?

  • julho/2020
  • 581 visualizações
  • Nenhum comentário
marketing médico

O conceito de marketing contempla ações para impulsionar resultados de organizações por meio de estratégias de divulgação. Baseada em três pilares, captação, venda e pós-venda, a área nem sempre chamou a atenção da classe médica. A resistência em utilizar ferramentas de marketing, e em especial sua versão digital, muitas vezes se dá pela linha tênue entre a ética médica e o impacto social na internet. Entretanto, quando se considera o marketing médico voltado à captação, atendimento e pós-atendimento, torna-se mais evidente a relevância da ferramenta para negócios na área da saúde.

O Conselho Federal de Medicina (CFM) regulamenta a publicidade médica indicando quais práticas e comportamentos online são vetados. Por tanto, é importante que médicos conheçam essas normativas para que possam tornar sua presença no meio digital cada vez mais relevante e sem correr o risco de colocar em xeque sua credibilidade.

Além da possibilidade de captar novos pacientes para a clínica ou consultório, o marketing permite otimizar a fidelização. Com o mercado aquecido, com milhares de novos médicos formados a cada ano, é cada vez mais importante manter estratégias de marketing digital que destaquem os diferenciais oferecidos pelo profissional e que ajudem a construir e consolidar sua reputação.

Neste post, reunimos as informações iniciais que o médico precisa saber a respeito de marketing digital para a categoria.

Objetivos do marketing digital

Relevância e credibilidade são dois poderosos diferenciais para quem procura destaque nas redes sociais. Esses atributos, via de regra, pesam no momento em que o cliente faz sua escolha por um profissional. Daí a importância, para a classe médica, de estar presente no ambiente digital.

Nesse contexto, a melhor maneira de ganhar relevância e credibilidade é através da produção de conteúdo. “Um dos principais objetivos do marketing para médicos é educacional. É preciso passar para o paciente informações de qualidade e com respaldo científico”, explica Milene Melo, inbound leader na iClinic, empresa que desenvolve softwares de gestão para clínicas e consultórios.

Publicações que evidenciem o conhecimento técnico do profissional são poderosos gatilhos para impulsionar sua credibilidade. Para tanto, ele pode valer-se de dicas ou abordar pautas pertinentes à sua área de atuação.

Entre os principais objetivos do marketing digital para médicos está:

  • Conquistar mais pacientes
  • Fidelizar os pacientes atuais
  • Posicionar-se como autoridade em determinada área da saúde ou tipo de tratamento
  • Educar a sociedade sobre a importância de certas atividades ou perigos de alguma doença específica.

Apesar de haver a profusão de influenciadores digitais, o que não deixa de fora nem mesmo a classe médica, não é preciso ser uma celebridade da internet para conquistar relevância nas redes sociais. Para tanto, o médico deve ter consciência de que o próprio paciente é também seu vendedor. Afinal, uma experiência positiva leva à recomendação dos serviços a outras pessoas.

Aproveite para conhecer as atualizações profissionais desenvolvidas pelas principais sociedades científicas da Medicina.

Como pensar em estratégias de marketing médico?

Estratégias e campanhas de marketing devem ser desenvolvidas por profissionais capacitados para desenvolvê-las. O investimento nem sempre é baixo, mas o retorno costuma valer a pena, inclusive com resultados num curto espaço de tempo. Um planejamento assertivo tem que considerar aspectos como persona (perfil de cliente almejado), identidade visual de acordo com os serviços ofertados e quais as principais ações para atingir os resultados pretendidos.02

Algumas ferramentas de gestão de consultórios já oferecem serviços de marketing digital. O diferencial desses sistemas é a capacidade de concentrar tarefas administrativas e financeiras, além de automatizar a marcação de consultas e oferecer soluções como e-mail marketing.

Antes de contratar uma solução, uma empresa ou profissional da área de marketing, o médico precisa estar familiarizado com as determinações do Conselho Federal de Medicina. Para a publicidade médica é vetado:

  • Expor a figura do paciente como forma de divulgar técnica, método ou resultado de tratamento, mesmo que haja autorização expressa do indivíduo.
  • Anunciar a utilização de técnicas exclusivas.
  • Garantir, prometer ou insinuar bons resultados do tratamento.

Agora que você já conhece os primeiros passos, baixe um material grátis sobre marketing digital para médicos e se aprofunde no assunto:


Redação Secad
Matéria por

Redação Secad

O melhor conteúdo sobre a sua especialidade.

Deixe uma resposta

Tele-Vendas

(51) 3025.2597

Tele-Vendas Liga

Para você

Informações

(51) 3025.2550